O país do futuro

Agora que as eleições se foram, podemos começar a praticar política.Você já deve estar achando esta postagem um tanto chata, falar de política não é nem um pouco agradável, logo nos vem à cabeça políticos fazendo promessas inalcançáveis, salvadores do mundo por tempo determinado (4 anos), promessas e mais promessas. Talvez eu não consiga fugir muito disso, mas eu também gostaria de falar da política do dia-a-dia, aquela que realmente importa, porque é dessa política que provavelmente o mundo se transforma.

A frase que mais ouvi nos últimos meses foi que “o Brasil é o país do futuro”, por isso fiquei imaginando como seria esse país e cheguei as seguintes conclusões:

No país do futuro o governo não precisará dar comida aos pobres, não haverá pobres.

No país do futuro não haverá Green Peace, WWF ou qualquer outra ONG, a própria nação protegerá o planeta.

No país do futuro a palavra miséria só será encontrada nos dicionários.

No país do futuro o passado terá valor, assim cometeremos outros erros diferentes daqueles que cometemos.

No país do futuro todos serão tratados iguais com suas devidas diferenças.

No país do futuro não haverá branco, negro, mulato. Que diferença isso faz?

No país do futuro haverá apenas uma posição política, a posição de desconfortável, até que todos os problemas sociais sejam resolvidos.

No país do futuro não haverá queda de braço entre a Direita e a Esquerda, todos darão as mãos para que ninguém se sinta sozinho.

No país do futuro o tema dos candidatos não será sobre desemprego, falta de saúde e violência, falarão como propagar amor, dignidade e fraternidade.

No país do futuro meu voto será pelo bem em comum, nunca pelo bem próprio.

No país do futuro as pessoas darão conta de sua força, assim não deixarão nas mãos de terceiros o que ela mesma deve fazer.

No país do futuro ninguém terá medo de falar, porque ser ridículo é melhor do que não ser nada.

No país do futuro ninguém conseguirá dormir tranquilamente até que todos tenham uma cama para dormir.

No país do futuro eu não vou me importar em qual candidato votar, o destino da nação será minha responsabilidade.

No país do futuro as crianças serão crianças, os jovens revolucionários, os adultos felizes e os idosos seres humanos.

No país do futuro educação será um direito de todos, isso inclui as pessoas.

No país do futuro amar será muito mais do que verbo transitivo direto.

No país do futuro não haverá futuro, porque o que vale é o AGORA.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: