Relato de um solitário

“Hoje eu acordei, me espreguicei sobre a cama e mais uma vez a realidade cravou uma adaga em meu peito em saber que não havia ninguém ao meu lado”.

“Gostaria de dizer a alguém : Você dormiu bem ? Mas não posso, eu estou sozinho.”

“Quero contar histórias divertidas, falar bobagens para descontrair, mas ninguém me ouve e assim eu fico sozinho.”

“Gostaria de saber por que me deixaram sozinho, o que eu fiz de errado para me darem este castigo, sempre tentei ser um amigo de todas as horas e agora eu estou solitário.”

“Não sinto mais as emoções que sentia antes, às vezes chorava por desilusão, mas ao menos eu estava vivendo, e agora o que é que eu sou? Um solitário.”

“Não sei não, logo logo vou acabar me acostumando com isso, e quando esse dia chegar, ele vai se arrepender amargamente.”

Este foi o relato de um coração em que o seu dono já não o escuta mais. E você, já conversou com o seu hoje?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: