Adeus

Adeus a tudo aquilo que sou,
ou aquilo que de mim restou.
Adeus a essas boas lembranças,
que só me trazem falsas esperanças.
Adeus às noites em claro,
o qual ficava relembrando o passado.
Adeus aos meus pensamentos,
que se tornaram os meus tormentos.
Adeus a tua boca, seus olhos, seu rosto,
que um dia me fizeram muito feliz,
mas hoje só me trazem angústia.
Angústia de viver algo que morreu,
no entanto, que ainda não foi enterrado.
Adeus ao teu olhar compreensivo, emotivo, infinito.
Gostaria que você fosse a vilã dessa minha sina,
não essa heroína,
que me faz pensar na vida,
sair dessa rotina.
Estou cansado de lutar,
estou deixando minha vida,
vou procurar outra em que eu possa ficar.
Porque essa não há mais meio,
ela é sua por inteiro.
Adeus.
Anúncios

Uma resposta para “Adeus

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: